Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

12 melhores alimentos para baixar o colesterol ruim

Confira aqui, 12 dos melhores alimentos para baixar o colesterol ruim e garantir uma saúde cheia de vigor!

Tempo estimado: 8 min

Facebook
Twitter
WhatsApp
12 melhores alimentos para baixar o colesterol ruim

Ter mais saúde é a garantia para uma qualidade de vida melhor, cheia de realizações em diversos sentidos. E um dos problemas que impede isso é a má alimentação que traz diversas consequências ao organismo. Sendo o colesterol alto um exemplo, por isso você deve conhecer os melhores alimentos para baixar o colesterol ruim.

O colesterol é dividido em dois tipos: o bom e o ruim, que são, respectivamente, o HDL e o LDL. O primeiro é aquele que ajuda o fígado a processar as substâncias dos alimentos, e a expelir as toxinas do corpo. Já o segundo tipo é o que fica acumulado nas paredes internas de artérias e veias. Em excesso, ele impede a boa circulação de sangue no organismo e acarreta riscos para infarto, trombose, aneurisma e outras doenças.

Para evitar todos os riscos que essa condição traz, preparamos este artigo com 12 alimentos para baixar o colesterol ruim, e conquistar mais qualidade de vida. Acompanhe!

Confira 12 alimentos para baixar o colesterol ruim 

1. Peixes

Os peixes, em sua maioria, contêm o ácido graxo ômega 3. Essa é uma gordura insaturada que reduz a quantidade de colesterol ruim no organismo e ajuda a regular a circulação de sangue.

Mas, para aproveitar o melhor que esse alimento oferece, ele deve ser feito sempre de forma saudável. Grelhado e assado são duas maneiras de conservar melhor os nutrientes do peixe, e evitar o risco de óleos e gorduras.

Além disso, espécies como o atum, o salmão e a truta são bastante ricos em ômega 3, sendo alimentos que reduzem o colesterol ruim com mais intensidade.

2. Aveia

A aveia, em suas várias formas — farinha, farelo e grãos — concentra uma fibra solúvel chamada betaglucana. Esse elemento ajuda a reduzir a quantidade de colesterol que o organismo absorve, tendo um efeito inibitório.

Ademais, essa fibra melhora a digestão, ajuda no controle glicêmico e dá maior sensação de saciedade. O que é perfeito para fazer dietas com outros alimentos para baixar o colesterol ruim.

Logo, incluir a aveia em pratos com frutas, vitaminas e mesmo em refeições salgadas — a exemplo de tortas assadas — é um bom jeito de diminuir o colesterol LDL.

3. Azeite

Esse alimento é um ótimo aliado no combate ao colesterol ruim, pois ele acumula o ácido oleico que ajuda a equilibrar as taxas de HDL e LDL. Causando um efeito benéfico em dobro.

Ainda, a redução da glicemia e a melhora da circulação sanguínea são outros benefícios do consumo frequente de azeite de oliva. Para conseguir diminuir o colesterol ruim com sucesso, consuma uma colher de chá de azeite por dia ou use em saladas com pouco sal.

4. Alcachofra

A alcachofra é uma flor colhida quando ainda não desabrochou, e pode ser consumida cozida, inclusive com azeite. Os benefícios desse alimento estão concentrados em suas fibras, que são resistentes às enzimas produzidas pelo corpo. Sendo essas que causam o colesterol LDL quando são processadas.

Além disso, as fibras da alcachofra também contribuem para diminuir o nível de triglicérides, combatendo o aumento de peso e a obesidade. Assim, esses são dois motivos que levam a diabetes, evitando esse problema também.

Para aproveitar o melhor dos nutrientes e do sabor da alcachofra, basta consumi-la cozida na água. É preciso retirar pedaço por pedaço, passá-los no azeite e comer a parte branca interna, a qual está a “carne” desse alimento que baixa o colesterol ruim.

5. Chocolate amargo

O chocolate amargo leva mais cacau, menos açúcar e leite na sua fabricação. Esse equilíbrio de ingredientes deixa o sabor do alimento com mais amargor, porém melhora sua qualidade e traz vários benefícios à saúde.

As principais substâncias que fazem com que o chocolate amargo seja um dos principais alimentos para baixar o colesterol ruim, são os flavonóides. Esses elementos ajudam a diminuir o colesterol LDL.

Se tiver dificuldades para consumir um chocolate amargo, experimentar primeiro as versões com 20% e 30% de cacau é um bom jeito de começar. Esses são tipos mais doces, que conservam mais qualidades para reduzir o colesterol ruim.

6. Laranja

Assim como o chocolate amargo, essa fruta cítrica também é rica em flavonóides, elementos fundamentais para reduzir o colesterol ruim.

Um dos estudos que confirmou esse efeito da laranja no organismo, foi feito pela Universidade de Viçosa, de Minas Gerais. Essa pesquisa mostrou que consumir quantidades frequentes da fruta diminui o colesterol LDL nos voluntários.

Assim, além dos flavonóides, a laranja é rica em nutrientes que reduzem a quantidade de colesterol absorvido pelo intestino. Logo, para aproveitar melhor as vantagens da laranja, consuma a fruta em pedaços, retirando sementes e casca.

7. Linhaça

A linhaça é uma semente riquíssima em ômega 3, a mesma substância encontrada nos peixes salmão, atum, entre outros. O que a torna um dos melhores alimentos para baixar o colesterol ruim.

Esse tipo de produto pode ser encontrado em casas de produtos naturais, ou misturado a outros alimentos, como barrinhas de cereal nos sabores de frutas.

Na versão in natura — a semente pura — a linhaça tem melhor efeito para reduzir o colesterol LDL. Para alcançá-lo, moer ou triturar a semente é ideal, pois sua casca se quebra e permite que todos os nutrientes do alimento sejam absorvidos pelo intestino.

A linhaça combina com bolos, tortas, sucos e vitaminas quando é triturada, facilitando o consumo e aproveitando todas as suas vantagens.

8. Vinho

O vinho, especialmente o tinto, contém boas quantidades de flavonóides que ajudam a regular os níveis de colesterol ruim e bom. O motivo do vinho tinto ser melhor nesse sentido, é que tais substâncias estão concentradas nas cascas, usadas do começo ao fim para fabricar esse tipo de bebida.

A quantidade ideal para ter as vantagens do vinho na diminuição do colesterol ruim, é ingerir de uma a, no máximo, duas doses por dia. Isso dá uma média de 200 a 250 ml da bebida, ou duas taças pela metade.

Preferir versões secas aos doces também é melhor nesse sentido, porque o vinho doce tende a gerar mais glicose que em excesso é ruim à saúde.

9. Soja

A soja é uma potente aliada para combater o colesterol ruim, sendo usada em produtos dos mais variados — de bebidas à alimentos salgados e doces.

Esse grão é processado, dificilmente encontrado na versão natural que é em grão. Então, para aproveitar o melhor que esse alimento pode oferecer, beber sucos e consumir os alimentos feitos à base dela, é ideal. Logo, produtos vegetarianos e veganos, como a carne e o queijo soja são exemplos de bons aliados, aumentando seus efeitos positivos para reduzir o colesterol ruim.

10. Canela

A especiaria usada em doces tradicionais como a canjica e o curau tem seu lado positivo no combate ao colesterol ruim.

Uma pesquisa da Universidade do Estado de Kansas, nos Estados Unidos, observou que pessoas que consumiam canela com certa frequência, tinham redução do colesterol LDL.

Desse modo, o estudo concluiu que as substâncias antioxidantes da canela colaboram para diminuir o colesterol ruim. Portanto, uma boa amostra de que usar a canela em pau, por exemplo, em chás, ajuda a prevenir o organismo dos riscos do colesterol LDL em excesso.

11. Abacate

Apesar do abacate ser altamente calórico, ele é rico em gorduras monoinsaturadas que são benéficas ao organismo. Porém, é preciso moderar o consumo dessa fruta para que, de fato, seus benefícios aconteçam no organismo.

As gorduras monoinsaturadas ajudam a diminuir o colesterol e a reduzir o triglicérides. Dessa maneira, atuando nessas duas formas, o abacate consegue ser uma fruta ideal para consumir em diversas refeições.

No café da manhã, o abacate pode ser consumido com um pouco de açúcar ou puro. No almoço ou jantar ele pode ser usado para saladas agridoces — que misturam o salgado com o doce, e que, nesse caso, é o açúcar natural da fruta.

Portanto, investir em alimentos para baixar o colesterol ruim, como o abacate, pode trazer bons resultados para a sua saúde a longo prazo.

12. Oleaginosas

Para finalizar, as oleaginosas são castanhas e nozes, como a castanha-do-pará, de caju, amêndoa, avelã e a própria noz. Essas pequenas concentram grandes quantidades de antioxidantes, elementos que ajudam no combate ao envelhecimento das células.

Assim, sua outra substância, a arginina, contribui para a circulação de sangue, reduzindo a quantidade de colesterol ruim. Também, elas têm ação de aumentar um pouco as taxas de colesterol HDL.

Ademais, para não errar no consumo das nozes, pois elas são muito calóricas, consuma apenas duas ou três por vez, em dias alternados. Dessa maneira, seu efeito será benéfico, sem o risco de aumentar a quantidade de gordura no corpo — que causaria o efeito contrário, aumentando o colesterol.

Além de consumir alimentos para baixar o colesterol ruim, é bom evitar outros tipos de comidas. Já que há uma série delas que faz essa taxa subir em pouco tempo.Por isso, modere o consumo de ovos, carne de porco, óleo de girassol — usado para frituras —, doces e alimentos industrializados. 

Ademais, sempre conte com o acompanhamento de profissionais especializados para medir sua taxa de colesterol, pressão, glicemia, entre outros índices para garantir que você está saudável.

Essa é a melhor maneira, ao lado de consumir alimentos para baixar o colesterol ruim, de controlar a sua saúde. No Clinic Farma, o serviço de clínica da Rede Pague Menos, os clientes são acompanhados por profissionais capacitados que oferecem total apoio na escolha de medicamentos, medições de pressão, índice glicêmico, entre outros exames.

Viu? Sempre é bom entender quais são os alimentos que reduzem o colesterol e hábitos que aumentam a taxa de colesterol LDL. Por isso, confira tudo o que causa colesterol alto!