Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

Idosos Saudáveis e Ativos: Segredos Da Melhor Idade

24 nov 2019

24 nov 2019

Hoje em dia, é cada vez mais frequente a gente encontrar avós e avôs mais saudáveis e ativos. Eles fazem musculação, pilates, dança e ainda sobra energia pra cuidar dos netos e desfrutar a vida. Quer entender por que estamos passando por essas mudanças na qualidade de vida durante a melhor idade? Assista à matéria.

Idosos Saudáveis e Ativos

Hoje em dia, é cada vez mais frequente a gente encontrar avós e avôs mais saudáveis e ativos. Eles fazem musculação, pilates, dança e ainda sobra energia para cuidar dos netos e desfrutar da vida. 

O Sempre Bem vai falar mais sobre isso com a gerontóloga e psicóloga Zilma Gurgel Cavalcante e com a aposentada Maria Rodrigues, carinhosamente chamada de Deusinha, que tem 88 anos.

O que é a gerontologia?

Segundo a especialista, é ciência que estuda o envelhecimento e prepara você para envelhecer bem. A pessoa deve começar a se preparar a partir dos 30 anos. Já precisa ter cuidado com exercício físico; alimentação saudável; construir bons relacionamentos consigo mesmo, com os outros, com os amigos, com a família e com Deus; além de continuar aprendendo sempre.

Leia também (Reposição de vitaminas para idosos: por que é necessário?)

Aprendizado e lazer na maturidade

O aprendizado contínuo força o cérebro a se movimentar e se expandir por meio de exercícios cerebrais, que vão afastar qualquer vestígio de demência.

O lazer também tem um papel de suma importância na saúde e na autoestima, principalmente durante a melhor idade. “É fundamental reservar um tempo para o lazer. Ele faz você ficar sempre em contato social, traz alegria, faz criar laços e novas amizades”, comenta Zilma Gurgel.

A importância de se reinventar

Outra dica é se perguntar a cada ciclo de vida sobre os projetos que se deseja realizar e quais sonhos almeja conquistar. Conforme Zilma, a cada 10 anos as pessoas precisam se reinventar para ter alegria de viver. 

Veja também (Beleza na Maturidade: dicas sobre pele e cabelo)

Idosos há 30 anos x Idosos de hoje

De acordo com a gerontóloga, há 30 anos era comum o idoso ficar em casa, frequentar a cozinha para fazer doces e bolos para os netos, além de ficar na varanda para fazer crochê ou bordado. Contudo, essa pessoa era reclusa dentro da casa. 

Ao sair do lar, o indivíduo com mais de 60 anos se atualiza com as mudanças que ocorrem no seu bairro e com o mundo. Além disso, “ele aprende, faz novas amizades, tem trocas afetivas, ou seja, é completamente diferente do idoso que fica em casa”, ressalta Zilma Gurgel Cavalcante.

Isso acaba proporcionando às pessoas maduras o prazer de viver. Apesar do envelhecimento, elas continuam integradas socialmente no mundo, assim como o compreendem.

Veja a matéria (Sexualidade na Maturidade: Viva Plenamente)

Melhor idade feliz e com saúde

A Dona Deusinha revelou que o ciclo que está vivendo agora é maravilhoso. Para se manter saudável e ativa, ela dança, pois “se sente mais nova e muito bem”, conta.  

Aos 88 anos, a aposentada adora passear e comenta que sempre fez tudo o que gosta. “Isso é bom. Tem gente que me abraça e eu nem conheço. Eles dizem que sempre estou rindo e distribuo coisas boas para todos”, declara.

O Sempre Bem agradece por vocês compartilharem as histórias de vocês com a gente! 

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 24 de novembro de 2019.

Você pode gostar

Programa Vida Saudável Clinic Farma - Dor e Articulações
Saúde

Programa Vida Saudável Clinic Farma - Dor e Articulações

A importância do magnésio para a saúde
Saúde

A importância do magnésio para a saúde

Como prevenir e tratar a lesão por esforço repetitivo
Saúde

Como prevenir e tratar a lesão por esforço repetitivo