Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

Doenças causadas por gripes mal curadas

12 abr 2019

12 abr 2019

Passar por uma gripe é algo bem desagradável. Mas pior ainda é sofrer com as consequências de uma gripe mal curada. 

O Sempre Bem de hoje está com Aline Tavares, que é pneumologista e vai falar mais sobre isso pra gente. 

Por que uma gripe mal curada pode trazer complicações para o corpo?

De acordo com a pneumologista, a gripe, assim como o resfriado, é uma infecção causada por vírus nas vias aéreas superiores. Quando você tem infecção viral nessas vias, pode ser uma porta de entrada para outras complicações, como infecções por bactérias mais agressivas.

Quais são as infecções por bactérias mais agressivas?

Infecções, como otite no ouvido médio, infecções na garganta (faringoamigdalite), infecções nos seios da face que têm algumas secreções (sinusite aguda) ou até mesmo complicações mais graves, como a pneumonia. 

Veja também (Mitos e Verdades Sobre Pneumonia)

Como saber que a gripe ainda não foi curada

“No geral, a gripe deve ter um curso mais curto, durar em média 7 a 10 dias. Se persistir com sintomas ou sinais de complicação (falta de ar, tosse com secreção mais espessa que não cura e febre que não passa), é preciso estar alerta de que alguma coisa pode estar complicando e dando errado”, explica Aline Tavares.

As consequências de uma gripe mal curada são mais severas em crianças e idosos?

Os idosos, no geral, são portadores de doenças crônicas, têm a imunidade um pouco mais comprometida e estão mais debilitados, assim como as crianças podem se comportar de forma mais agressiva do que no adulto saudável. 

Saiba mais em (Impactos da gripe em crianças e idosos)

Uma gripe reincidente volta mais forte?

Para a profissional, a gripe tem constantes mudanças, porque os vírus sofrem bastante mutações, por isso, todo ano as vacinas são refabricadas devido à mudança das cepas. 

Por exemplo, se a pessoa pegou uma gripe por um vírus neste ano, no próximo ano já pode pegar outro tipo de gripe com um vírus mais forte, agressivo e que tenha um temor de complicações até maior do que o gripe que  já teve.

Prevenção

Uma das medidas preventivas principais é a higienização das mãos, porque por meio delas a pessoa tem o contato com narina, boca e local onde o vírus está alojado. Quando entra em contato com outro indivíduo, você pode transmitir a doença por meio das mãos. 

Veja ainda (Imunização É Vital Para Proteger A Saúde)

Outra forma de transmissão é por meio das gotículas, por isso, é importante evitar tosse ou espirro e usar máscara se for possível, além de evitar grandes aglomerações quando está doente, porque isso pode facilitar o contágio.

Existe a vacina que é disponibilizada pelo Ministério da Saúde para crianças de 6 meses a 5 anos, idosos e portadores de doenças crônicas. A duração é de um ano, período em que a vacina é disponibilizada novamente.

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 14 de abril de 2019.

Você pode gostar

A importância do magnésio para a saúde
Saúde

A importância do magnésio para a saúde

Como prevenir e tratar a lesão por esforço repetitivo
Saúde

Como prevenir e tratar a lesão por esforço repetitivo

Miss Universo ressalta a beleza negra
Beleza

Miss Universo ressalta a beleza negra