Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

Tendinites e Bursites: entenda a diferença

27 out 2019

27 out 2019

Tendinite é a inflamação do tendão, a parte final do músculo que se liga ao osso, e a bursite é uma inflamação da bursa, uma pequena bolsa cheia de líquido sinovial que serve de almofada para determinadas estruturas articulares. Saiba mais sobre o assunto na matéria.

Tendinite e Bursite

Em algum momento da vida, você já deve ter sentido aquela dorzinha esporádica nas articulações normalmente depois de uma atividade repetitiva. Isso pode ser tendinite ou bursite. 

A gente vai falar disso agora com ortopedista Rodrigo Astolfi e vamos saber mais detalhes sobre essas duas doenças. 

Qual a diferença entre bursite e tendinite?

Para o ortopedista, o termo ‘bursa’ é uma almofadinha que fica entre uma estrutura dura e uma coisa mole. Às vezes, entre um osso e outro tem uma ‘bursa’ (almofada) para acolchoar a região; entre a pele e o osso, por exemplo, no cotovelo, tem uma ‘bursa’ também. Já os tendões conectam o músculo ao osso, e fazem o movimento como uma corda. 

As duas coisas podem inflamar, podem se machucar, além de ambas existirem em articulações.

Veja a reportagem da Ladinne Campi (Dores Articulares: entenda as causas)

Qual a principal causa da bursite e da tendinite?

“O fato de as pessoas serem sedentárias, ficarem cada vez mais velhas e obesas, faz com  que o corpo não tenha a manutenção necessária. Isso gera desequilíbrios que vão começar a se demonstrar nas articulações, como tendinite, bursite e, às vezes, até como artrose, que é o desgaste da cartilagem”, aborda Rodrigo.

Confira a seguir alguns itens que podem ocasionar bursite ou tendinite

Bolsa pesada

Oferece alguns problemas, o primeiro é a coluna, em que a pessoa fica pendendo a um lado e fica tentando puxar com sua coluna para o outro lado. 

O outro problema não é tanto a bursite que as pessoas estão acostumadas a pensar, que é dentro do ombro, porém é mais uma articulação bem palpável que chamada acrômio clavicular. 

Às vezes, essa bolsa pesada começa a fazer dor na articulação acrômio clavicular. O ideal é tentar balancear de alguma maneira, diminuir o peso, carregar de outro jeito e alternar os ombros.

Mochila pesada

Se a mochila te puxa para trás, é preciso forçar a musculatura abdominal. Geralmente, a pessoa não tem tanto músculo bom assim no abdômen, o que acaba puxando os ombros para frente. O recomendado é tentar deixar a alça curta. 

Computador e mouse

Atrapalham porque inflamam o punho e o cotovelo. Mudar algumas coisas na postura do teclado às vezes facilita, como o uso de mesas de escritório, em que o teclado fica um pouco para baixo, de maneira que a pessoa não fique tanto com o punho estendido, mas um pouco mais fletido ou reto. 

Avião

O tempo em que o indivíduo fica muito com o joelho dobrado, aumenta a pressão dele e causa as dores da cartilagem (condromalácia). 

O indicado é levantar para dar uma caminhada a cada 20 minutos, inclusive no avião, para evitar trombose, problema sério para quem voa bastante. 

Rampa 

Tem gente que gosta de fazer corrida, como cooper. Isso pode machucar o tendão do tornozelo (tendão de Aquiles). Correr em superfícies irregulares também machuca o tendão do tornozelo. 

Sandálias rasteirinhas

As pessoas funcionam um pouco melhor com um ou dois dedinhos de salto nos calçados. Quando se usa rasteirinha, aumenta a pressão entre tendão de Aquiles e o osso calcâneo, dando bursite retro-aquileana e, às vezes, é bastante doloroso.

Exercícios para se prevenir da tendinite e bursite

  • Um exercício possível é a prancha. É como se fosse fazer uma flexão de braço, mas não faz. A pessoa fica parada naquela posição por 30 segundos ou um minuto. É um dos principais tratamentos para dor nas costas. 
  • O outro exercício é a cadeira. É como se estivesse sentando na parede, sem cadeira. A pessoa segura também 30 segundos ou um minuto. É importante para trabalhar a musculatura anterior da coxa que evita síndrome femoropatelar, condromalácia e outras doenças. 
  • Outro exercício interessante é pregar um elástico na parede, colar o cotovelo rente ao corpo e ficar fazendo esse exercício de rotacionar para fora e depois, do outro lado, rotacionar para dentro. 

Esses exercícios são muito importantes para quase todas as tendinites e bursites do ombro. 

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 27 de outubro de 2019.

Você pode gostar

A importância do magnésio para a saúde
Saúde

A importância do magnésio para a saúde

Como prevenir e tratar a lesão por esforço repetitivo
Saúde

Como prevenir e tratar a lesão por esforço repetitivo

Miss Universo ressalta a beleza negra
Beleza

Miss Universo ressalta a beleza negra