Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

Problemas de Saúde Comuns na Terceira Idade

Os cuidados que temos durante a juventude e na fase adulta se refletem quando chegamos à melhor idade. Porém, é comum o desenvolvimento de alguns problemas nessa etapa da vida, como diabetes, hipertensão, artrite e artrose. Confira na matéria os principais cuidados com a saúde na melhor idade para se prevenir de doenças e aproveitar essa fase com vitalidade e disposição!

A partir da sexta década de vida, os cuidados devem ser redobrados para evitar problemas crônicos, de mobilidade e até de saúde bucal.

Alguns problemas de saúde costumam aparecer após os 60 anos. A gerontóloga Catarina Nucci explica que a terceira idade é uma fase mais extensa que as demais. Por isso, precisa-se falar sobre o processo de envelhecimento: "Se temos uma má alimentação, não praticamos exercícios físicos e não estimulamos a memória, teremos consequências maiores na velhice, que é a fase em que mais vivemos."

A médica pontua as doenças mais frequentes a partir da 6ª década de vida:

• Diabetes;

• Hipertensão;

• Sedentarismo;

• Osteoporose;

• Artrite;

• Artrose.

Quando perguntada se é possível minimizar os problemas de saúde já na terceira idade, a médica se mostra otimista. "Nunca é tarde para começar a ter hábitos saudáveis. É preciso encontrar atividades que goste, como jardinagem ou fazer viagens, por exemplo. Essa descoberta é fundamental para viver com autonomia e independência."

CUIDADO COM AS QUEDAS

Quando não há essa preocupação, podem ocorrer, por exemplo, as quedas. De acordo com o ortopedista Alberto Alves os motivos envolvem:

• Fatores intrínsecos: Doenças cardiovasculares, diabetes hipertensão, osteoartrose, fibromialgia e doenças hormonais.

• Fatores extrínsecos: Problemas nos ambientes internos e externos. "Sabe-se que 70% das causas de quedas em idosos acontecem dentro de casa, principalmente no banheiro e na cozinha.

Após uma queda, indivíduos acima de 65 anos apresentam 30% de chance de ter um novo episódio. As consequências são fraturas no fêmur, punho, coluna vertebral, costela e braço.

Felizmente, é possível prevenir esse grave problema:

• Praticar exercícios associados ao tratamento da visão;

• Piso antiderrapante no banheiro e escadas;

• Corrimão dos dois lados da escada;

• Boa iluminação;

• Evitar deixar objetos soltos pela casa;

• Suplementar cálcio e vitamina D.

SAÚDE BUCAL NA TERCEIRA IDADE

Em relação à saúde bucal dos idosos, a especialista em envelhecimento aconselha:

• Manter a escovação três vezes ao dia;

• Escovar bem a língua para evitar acúmulo de bactérias e placa;

• Passar o fio dental e usar enxaguante bucal;

• Fazer visitas periódicas ao dentista para evitar cáries, periodontites e gengivites que causam sensibilidade.

A profissional justifica o cuidado redobrado: "A mucosa é muito molhada. Por isso, as lesões de boca são extremamente doloridas. Felizmente, os problemas bucais são preveníveis."

Em geral, a gerontóloga e o ortopedista veem com bons olhos o desempenho dos idosos. "Precisamos olhar para a idade fisiológica e não mais a cronológica. Com todo o arsenal que temos para melhorar a qualidade de vida, a dica é: Faça disso um lema", aconselha Alberto.

Catarina complementa: "Busque o que te dá prazer. Seja a espiritualidade, a família, os amigos, os hobbies... Assim, será muito mais fácil viver feliz".

Você pode gostar

Como cuidar do cabelo ondulado? Dicas para seus fios naturais
Beleza

Como cuidar do cabelo ondulado? Dicas para seus fios naturais

Tumor no cérebro: conheça sintomas, tipos e tratamentos
Saúde

Tumor no cérebro: conheça sintomas, tipos e tratamentos