Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

Os principais vilões da qualidade de vida

É muito comum nos depararmos com situações em que nossa autocobrança aumenta tanto, a ponto de nos tornarmos nosso próprio carrasco. Estamos sempre nos cobrando e, além disso, as imposições externas não cessam, fazendo com que percamos a capacidade de relaxar. Por vezes, ficamos tão imersos no trabalho e nas tarefas da rotina que deixamos de lado o principal: viver com qualidade.

Veja no vídeo quais são os principais vilões da qualidade de vida e compartilhe!

Qualidade de vida

Um ponto fundamental para a felicidade

Ter qualidade de vida nem sempre é tarefa fácil. Com os afazeres e a correria do dia a dia, muitas vezes deixamos de lado o que deve ser a nossa primeira prioridade: nós mesmos!

Cuidar da casa, trabalho, filhos.... tudo isso demanda tempo e muitas vezes, o dia acaba e percebemos que não fizemos nada para nos cuidar e quando isso se torna rotina, está aí um grande e sério problema!

Fique atento aos sinais da sua saúde!

- Estresse;

- Falta de ânimo;

- Cansaço;

- Ansiedade;

- Depressão;

- Compulsão alimentar;

- Noites mal dormidas.

Tudo isso é consequência da falta de tempo para si mesmo. Quando nos priorizamos, tudo flui. O tempo aparece, a disposição vem, o ânimo surge, o sono melhora e a vida é mais feliz.

Cuidado! O trabalho é um importante fator que contribui para o desequilíbrio físico e mental.

Síndrome de burnout é doença. Fique alerta!

A síndrome de burnout é um distúrbio mental causado pelo excesso de trabalho. Também conhecida como “síndrome do esgotamento profissional”, atinge a vida por completo.

A pressão do trabalho, muitas vezes gera ansiedade e nervosismo, que podem levar à uma depressão profunda, sendo preciso um acompanhamento médico constante

Sintomas da Síndrome de Burnout

– Cansaço mental e físico excessivos;

– Insônia;

– Dificuldade de concentração;

– Falta de apetite;

– Irritabilidade ;

– Agressividade;

– Lapsos de memória;

– Baixa autoestima;

– Desânimo;

– Apatia;

– Dor de cabeça;

– Dores no corpo;

– Negatividade constante;

– Sentimentos de derrota, fracasso e insegurança;

– Isolamento social;

– Pressão alta;

– Tristeza excessiva.

Atenção!

O vazio da ansiedade e do estresse não vai ser preenchido com coisas e sim com consciência. Mude seus atos!

Demandas sempre vão existir, mas o principal é não comprometer a sua saúde, afinal, sem saúde não há trabalho, não é verdade?! Então pare de se cobrar tanto. Execute sua função, respeitando, sempre, os seus limites!

Organize-se!

Organização é uma palavra chave para a boa qualidade de vida. É preciso parar, perceber o que não está te fazendo bem, se perceber e mudar.

O primeiro passo para a mudança é o planejamento.

Pratique o mindfullness

Estar com atenção plena no momento presente é de suma importância para o controle da ansiedade.

Medite. A autoconsciência acalma

O mindfulness é um estado de atenção plena que pode ajudar a lidar melhor com as emoções e melhorar a saúde mental

- Concentre na sua respiração;

- Sinta o seu corpo;

- Coma devagar;

- Admire a natureza.

- Perceba sua respiração.

Benefícios do mindfullness

- Melhora a circulação sanguínea;

- Ajuda a desenvolver a paciência;

- Promove a autoconfiança;

- Sensação de tranquilidade;

- Ajuda no planejamento;

- Melhora o foco;

- Estimula a atenção.

Priorize-se!

- Tire um tempo só para você;

- Faça o que te dá prazer;

- Pratique atividade física;

- Esteja com amigos;

- Durma bem;

- Respeite seus limite;

- Coma saudável;

- Ouça música;

- Passeie;

- Divirta-se.

Ter qualidade de vida é ter tempo para tudo. É fazer o que gosta, é se cuidar, é administrar bem o tempo, é levar a vida leve e consciente

Lembre: a felicidade não é o destino e sim o caminho. Faça do seu, o mais prazeroso possível!

Você pode gostar

Como cuidar do cabelo ondulado? Dicas para seus fios naturais
Beleza

Como cuidar do cabelo ondulado? Dicas para seus fios naturais

Tumor no cérebro: conheça sintomas, tipos e tratamentos
Saúde

Tumor no cérebro: conheça sintomas, tipos e tratamentos