Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

Libido masculino e libido feminino

A libido e o desejo sexual de homens e mulheres tem peculiaridades e devem ser observadas de forma individualizada.

Libido vai além do desejo sexual. Segundo a ginecologista Débora Britto, trata-se de uma energia vital que nos coloca em movimento. Já o desejo sexual tem relação com a libido, mas não são sinônimos.

EXISTE DIFERENÇA?

Quando perguntada se existe diferença entre sexualidade masculina e feminina, a médica explica que do ponto de vista biológico, há a própria constituição hormonal de homens e mulheres. Também existem diferenças do ponto de vista social, cultural e nos relacionamentos. "O que é estar em um relacionamento sexual satisfatório para o homem e para a mulher? As diferenças são muitas", pontua

PARA ELAS

A queda do desejo sexual feminino, do ponto de vista biológico - relacionado à saúde física, pode considerar doenças como depressão ou outras alterações hormonais. "O processo de envelhecimento, principalmente depois da menopausa, faz com que ela experimente a excitação sexual de uma maneira diferente, muitas vezes diminuída. Além disso, vai fazer com que ela precise de um tempo de engajamento na relação sexual maior ou maior estimulação erótica", explica Débora. Também existem questões ligadas ao processo de adoecimento tanto físico quanto mental e questões relacionais e culturais.

"Eu costumo dizer que sexo é um exercício de presença em que as pessoas vão se encontrar para trocar sensações. É importante que se tenha foco. Se um dos parceiros está passando por alguma situação que prejudica esse foco, pode ocorrer diminuição do desejo. Muitas vezes, o desejo está presente mas a libido está desfocada", pontua a profissional.

PARA ELES

O urologista Eduardo Miranda costuma dividir a queda do desejo sexual masculino em três categorias:

• Causas hormonais: Quando há alterações dos hormônios da tireóide, da testosterona e da prolactina.

• Uso de medicamentos: Os medicamentos antidepressivos e antipsicóticos que alteram a produção hormonal dos homens devem ser avaliados.

• Causas psicológicas: Esta é a causa mais comum. Trata-se de um problema complexo que envolve questões pessoais e questões situacionais.

Os profissionais ressaltam que, diante da baixa da libido ou do desejo sexual, é importante buscar ajuda profissional para usufruir das opções de tratamento.

Você pode gostar

Como cuidar do cabelo ondulado? Dicas para seus fios naturais
Beleza

Como cuidar do cabelo ondulado? Dicas para seus fios naturais

Tumor no cérebro: conheça sintomas, tipos e tratamentos
Saúde

Tumor no cérebro: conheça sintomas, tipos e tratamentos