Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

Setembro Dourado: Descubra tudo sobre Câncer infantojuvenil

O câncer infantojuvenil corresponde a um grupo de várias doenças que têm em comum a proliferação descontrolada de células anormais e pode acontecer em qualquer local do organismo.

Tempo estimado: 5 min

Facebook
Twitter
WhatsApp
Setembro Dourado: Descubra tudo sobre Câncer infantojuvenil

Por: Criz Campos

O câncer infantojuvenil corresponde a um grupo de várias doenças que têm em comum a proliferação descontrolada de células anormais e pode acontecer em qualquer local do organismo. Diferente do câncer do adulto, esse tipo de câncer, geralmente, afeta as células do sistema sanguíneo e os tecidos de sustentação. Por serem predominantemente de natureza embrionária, tumores em crianças e adolescentes, geralmente, têm melhores respostas aos tratamentos.

Os parentes devem estar sempre atentos a qualquer sinal que as crianças e adolescentes apresentem de forma consistente, porque “o câncer nessa fase pode ser confundido com as doenças benignas da infância e durante o tratamento devem seguir fielmente todas as orientações que a equipe multiprofissional realiza”, reforça Dra. Emília.

O Setembro Dourado é um movimento de alerta sobre a importância de se atentar aos sinais e sintomas sugestivos do câncer em crianças e adolescentes

Câncer infantil - desde nascimento até os 14 anos de idade

Câncer juvenil - a partir dos 15 anos e oscilando entre 19 e 21 anos


A estimativa do INCA, Instituto Nacional de Câncer, para 2022 é de 4.310 novos casos no sexo masculino e de 4.150 nas mulheres

Tipos mais comuns:

Leucemia

A leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos e, geralmente, tem origem desconhecida. A principal característica é o acúmulo de células doentes na medula óssea, que substituem as células sanguíneas normais.

Sintomas:


- Sangramentos nas gengivas e hematomas que não estejam relacionados a traumas

- Palidez progressiva e apatia (podendo ser uma anemia)

- Febre prolongada sem origem definida


Tumores no Sistema Nervoso Central (SNC)

Os tumores do Sistema Nervoso Central acontecem por causa do crescimento de células anormais nos tecidos desse local

Sintomas:

- Dores de cabeça acompanhadas de vômitos, pela manhã

- Diminuição da força em braços e pernas


Linfomas

O linfoma compromete os linfócitos, células responsáveis por proteger o corpo de infecções e doenças. Se transformam em malignos, crescendo de forma descontrolada e “contaminando” o sistema linfático. Acontece, principalmente, na axila, virilha e pescoço, levando à formação de caroços e que pode causar sintomas como febre, suor noturno, cansaço excessivo e emagrecimento sem causa aparente.

Sintomas:

- Ínguas na virilha, axila ou pescoço

- Suor excessivo noturno

- Febre prolongada

- Cansaço excessivo

- Emagrecimento sem causa aparente


De acordo com o Inca, Instituto Nacional do Câncer, no Brasil, a doença é a primeira causa de morte entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, o que representa 8% do total. “Dentre os tipos mais raros estão adenocarcinoma de intestino, pele e pulmão”, destaca a oncohematologista pediátrica, Sandra Emília Almeida Prazeres.

É importante estar atento! Os sintomas são parecidos com os de outras doenças infantis e o diagnóstico precoce pode ajudar muito nas chances de cura, além de ajudar o paciente, em aproximadamente 80% dos casos, a voltar a ter uma vida saudável depois do tratamento.


Atenção!

Ao perceber alguma anormalidade, o recomendado é levar as crianças imediatamente ao pediatra


Tratamento:

O câncer é uma doença complexa e deve ser tratada em locais especializados. “Os tratamentos dependem do tipo de câncer e podem consistir em: quimioterapia, radioterapia, transplante de medula óssea, cirurgia”, pontua a médica.


Rede de apoio

Ter uma equipe multidisciplinar faz a diferença no tratamento. O acompanhamento psicológico, por exemplo, é essencial. Uma rede de apoio familiar ativa também pode ajudar e muito na recuperação do paciente.

Os pacientes devem ter o apoio pleno da família, “de amigos, psicológico, exercitar a fé em um Deus e procurar realizar alguma atividade que traga prazer”, pontua a especialista.


Dicas para enfrentar a doença de forma leve:

Vídeos

- Fazer vídeos contando a rotina é uma forma de desabafar. Pode fazer vídeos como um arquivo pessoal ou um canal no youtube, que além de um registro público de desabafo, ainda ajuda outras pessoas a passarem pela mesma dificuldade de uma forma mais leve. É, também, uma porta de conexão para ampliar o contato social e fazer novas amizades


- Vídeo de maquiagem também é uma ótima iniciativa. O paciente pode aprender a se maquiar, aprimorar o que já sabe e descobrir alguns truques de make, além de ser um bom incentivo para outras pessoas na mesma situação e também uma forma de aproximar as pessoas e fazer novos contatos


Trabalhos manuais

Fazer trabalhos manuais é uma ótima terapia. Aprender a bordar, pintar ou fazer bijuterias, por exemplo, ajuda a espairecer a mente e estimula outros sentidos, como foco, concentração e disciplina. É uma distração que também pode virar uma fonte de renda com a venda dos produtos feitos.

Não focar no problema é um grande incentivo. Ter uma rede de apoio bem alicerçada é de fundamental importância. Simplesmente ouvir e se fazer presente, distrair, conversar, falar bobeiras, passear, contar piadas. Atitudes simples, mas de grande impacto positivo na recuperação.

“A rede de apoio sempre proporciona e supre as necessidades existentes da melhor forma possível”, completa a médica.

Outro ponto importante é a rede de apoio para a própria rede de apoio. Os familiares também precisam e devem buscar ajuda para passar por isso da melhor forma possível. Existem voluntários, ONGS, psicólogos e “é possível buscar força também com as próprias famílias de outros pacientes que estão passando pela mesma situação ou que já vivenciaram o mesmo problema de saúde”, destaca Dra. Emília.

Para isso, você pode contar com o AME da Pague Menos, serviço com toda a estrutura e tecnologia necessária para armazenamento e controle de medicações especiais com garantia de segurança e qualidade, para doenças de alta complexidade como o Câncer infantojuvenil.

Tire suas dúvidas sobre o AME - Atendimento de Medicamentos Especiais e confira as muitas vantagens de ser nosso cliente.

Faça seu orçamento, trabalhamos com demandas judiciais

(85) 98563.2487 | Tel.: 0800 022 8282

ame@pmenos.com.br

Horário de atendimento:

Segunda à sexta 8h às 18h e sábados 8h às 12h.


Câncer tem cura e quanto mais amor o paciente receber, mais rápida será a sua recuperação. Ame. Se doe. Ajude. Seja presente!

Fonte: Sandra Emília Almeida Prazeres, Oncohematologista pediátrica.