Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

O que é avitaminose? Tudo o que você precisa saber sobre a doença

A falta extrema de vitaminas no organismo pode causar uma série de doenças, algumas até fatais. Confira o que é avitaminose, causas e consequências.

Tempo estimado: 8 min

Facebook
Twitter
WhatsApp
O que é avitaminose? Tudo o que você precisa saber sobre a doença

Você sabe o que é avitaminose? Esse é o nome dado a doenças causadas pela falta extrema de vitaminas no organismo humano.

A avitaminose pode ser decorrente de uma carência severa de um tipo de vitamina específico, de mais de uma, ou de um complexo de vitaminas.

Por meio de exames clínicos e laboratoriais é possível verificar se o seu corpo está ou não com deficiência de vitaminas e, com isso, iniciar o tratamento adequado e evitar uma série de transtornos e patologias. Por exemplo, casos leves de deficiência vitamínica podem ser facilmente revertidos com a suplementação adequada. No entanto, situações mais graves, especialmente quando não diagnosticadas a tempo, podem resultar em doenças sérias e até mesmo fatais, tais como embolia e AVC, acidente vascular cerebral.

Neste artigo você vai conferir, em detalhes, o que é avitaminose, quais os sintomas mais comuns, as doenças que a falta grave de vitaminas pode causar, os perigosos dessa deficiência durante a gestação e como evitar e resolver casos de avitaminose.

O que é avitaminose e como ela surge?  

Afinal, o que é avitaminose? É o termo utilizado para definir classes de doenças que são causadas por uma deficiência grave de vitaminas no organismo humano.

Existem vários tipos de avitaminose. Elas podem receber o nome da vitamina faltante no corpo da pessoa, ou ter uma nomenclatura específica.

Por exemplo, a deficiência de vitamina A é a causadora da xeroftalmia, popularmente chamada de olho seco, que resulta na não produção de lágrimas, gerando dificuldade de enxergar.

Existem diferentes causas para o surgimento da avitaminose. Entre os mais comuns estão:

Baixa ingestão de vitaminas

A avitaminose causada pela baixa ingestão de vitaminas pode ser decorrente da falta de recursos alimentares, infelizmente acentuado por situações de pobreza; pelo pouco ou nenhum consumo de alimentos frescos, como frutas e verduras; ou por dietas alimentares inadequadas, tais como as restritivas para fins de emagrecimento.

Má absorção intestinal

A maior parte das vitaminas que ingerimos é absorvida pelo nosso intestino. No entanto, quando esse apresenta algum problema, esse processo também é comprometido.

Pessoas com doença de Crohn, colite ulcerosa, neoplasias intestinais, entre outras patologias nesse órgão, tendem a apresentar quadros de avitaminose.

Má utilização metabólica

Já a má utilização metabólica ocorre em momentos específicos da vida de uma pessoa, tais como puberdade, mulheres durante a gestação e/ou amamentação, como resposta ao uso de determinados medicamentos, etc.

Qual a diferença entre avitaminose e hipovitaminose?

Agora que o conceito sobre o que é avitaminose ficou mais claro, é importante também explicarmos o que é hipovitaminose.

Enquanto a avitaminose é caracterizada pela deficiência extrema, ou até total, de uma ou mais vitaminas no organismo humano, a hipovitaminose é uma falta de vitamina não tão severa. Em outras palavras, ela pode ser definida como uma carência parcial de vitaminas e complexos vitamínicos.

Um dos tipos de hipovitaminose mais comuns hoje em dia é a falta de vitamina D, decorrente da baixa exposição ao sol. Devido à pandemia e à necessidade de fazermos isolamento social para evitar a proliferação do coronavírus, passamos bem menos tempo ao ar livre. Isso fez com que muitas pessoas apresentassem deficiência nessa vitamina.

Além desse exemplo, veganos, vegetarianos e pessoas que, por algum motivo, têm dietas mais restritivas, também podem apresentar quadros de hipovitaminose.

Quais os principais sintomas da avitaminose? 

Mas para saber de maneira completa o que é avitaminose, é preciso que você também conheça os seus sintomas, concorda?Eles podem variar de acordo com o tipo de vitamina ou complexo vitamínico que está em déficit. Veja alguns exemplos:

vitamina A: problemas de visão, aumento dos quadros infecciosos;
vitamina B1 (tiamina): sensação de formigamento pelo corpo, inchaço nos membros inferiores, dificuldade de memorização, falta de ar, perda de apetite, sonolência;
vitamina B2 (riboflavina): surgimento de doenças oculares, como conjuntivites recorrentes e inflamações bucais;
vitamina B3 (niacina): depressão, perda de peso corporal, falta de apetite, surgimento de feridas na pele, demência, problemas gástricos como enjoo e diarreia;
vitamina B7 (biotina): conjuntivites recorrentes, dificuldades para dormir, ressecamento da pele, queda repentina de cabelo;
vitamina C: dores musculares, fraqueza, irritação, cansaço, maior tendência a hemorragias;
vitamina D: dores ósseas e musculares, sensação de fraqueza;
vitamina E: diminuição dos reflexos e a coordenação motora em crianças; problemas intestinais em adultos;
vitamina K: surgimento de manchas escuras na pele, hemorragias nasais e gástricas.

O que a avitaminose pode causar?

Quando se busca mais informações sobre o que é avitaminose, é essencial conhecer também o que as doenças decorrentes da falta extrema de vitaminas podem causar.

Assim como os sintomas, as consequências também diferem de acordo com o tipo de vitamina ou complexo vitamínico em déficit. A seguir, trouxemos alguns dos principais exemplos.

Pelagra

Doença rara causada pela falta extrema de vitamina B3, a pelagra provoca alterações na aparência da pele, como descamação e rigidez, diarreia e alterações neurológicas, por exemplo perda de memória, confusão mental e dores de cabeça.

Escorbuto

O escorbuto é causado pela deficiência de vitamina C no organismo. Quando não tratada na fase inicial, essa patologia pode resultar em quadros de anemia, inflamações na gengiva e dificuldades no processo de cicatrização.

Em casos mais graves, pode alterar a personalidade da pessoa e até levar à morte, decorrente de hemorragias severas e infecções.

Beribéri

Beribéri é uma doença causada pela deficiência de vitamina B1, sendo dividida em dois tipos: beribéri úmida e beribéri seca.

Pessoas diagnosticadas com beribéri úmida tendem a apresentar problemas cardíacos e circulatórios. Casos extremos dessa patologia costumam levar a quadros de insuficiência cardíaca.

Já a beribéri seca atinge todo o sistema nervoso central, o que resulta em perda de força muscular e, em casos extremos, até na paralisia total.

Raquitismo

Uma das principais causas do raquitismo é a falta de vitamina D e do cálcio, situação causada pela baixa exposição à luz solar ou ao não consumo de alimentos ricos nessas substâncias, tais como peixes, ovos, leites e derivados.

O raquitismo é uma doença que afeta o desenvolvimento ósseo das crianças. Como resultado, elas podem apresentar ossos fracos ou com deformidades.

Cegueira noturna

Provocada pela falta de vitamina A, a cegueira noturna atrapalha consideravelmente a visão, dificultando ou incapacitando a pessoa de enxergar da forma necessária em ambientes com pouca luminosidade.

Anemia perniciosa 

Anemia perniciosa, ou anemia de Addison, é uma doença causada por uma grave deficiência de vitamina B12.

Esse tipo de anemia provoca a diminuição da quantidade de hemácias (glóbulos vermelhos) e o aumento do seu tamanho, ou ainda, a diminuição do número de plaquetas e de leucócitos (glóbulos brancos).

As principais consequências da anemia perniciosa no organismo são as alterações na função intestinal, modificando períodos de diarreia e prisão de ventre, bem como quedas de cabelo. Além disso, pode resultar em cansaço excessivo, dores musculares, perda de peso e de apetite, entre outros.

Qual o perigo da falta de vitamina na gestação?

É essencial para as gestantes saberem o que é avitaminose e as consequências da falta extrema de vitaminas durante esse importante período de suas vidas.

O principal motivo desse cuidado é que deficiências vitamínicas durante a gravidez podem resultar em má formação fetal.

Além disso, esse déficit pode levar a criança a ter problemas com o peso, desde não conseguir ganhar peso até sofrer com obesidade infantil. Somado a esses pontos, ainda pode resultar em alterações cognitivas no coração do feto.

Por esses motivos, as vitaminas na gravidez são tão importantes. Entre as principais para a saúde da mãe e do bebê estão:

ácido fólico (vitamina B9);

vitamina B6;

vitamina D;

vitamina A;

vitamina C;

vitaminas do complexo B;

cálcio;

ferro;

zinco.

Vale lembrar que não apenas o feto é impactado negativamente pela avitaminose, mas a gestante também. O ácido fólico, que é a vitamina B9, por exemplo, ajuda a diminuir a pressão arterial, a fortalecer o sistema imunológico e a aumentar a produção de serotonina, também conhecido como hormônio da felicidade.

Como evitar e resolver a avitaminose?

Ficou claro o que é avitaminose e todas as consequências dessa condição? Esperamos que sim!

Obviamente, é bem importante que você também saiba como evitar a avitaminose e todas as doenças que podem surgir decorrentes da deficiência grave de vitaminas no seu organismo.

Manter uma alimentação saudável é, sem dúvidas, a melhor forma de se proteger contra esse tipo de problema de saúde. Vale lembrar que o consumo balanceado de vitaminas e nutrientes, extraído de bons alimentos, são essenciais para a manutenção do seu organismo de maneira geral.

No entanto, sabemos que nem sempre conseguimos consumir as doses diárias indicadas dessas substâncias. Por isso, o uso de suplementação vitamínica pode ser bastante indicado.

Muitas pessoas têm receio quanto ao consumo de suplementos alimentares. Porém, é preciso deixar claro que esses produtos são fortes aliados para quem busca uma vida mais saudável. Além de contribuir para evitar a avitaminose, os suplementos vitamínicos também melhoram o desempenho da mente e do corpo, resultando em muito mais qualidade de vida.

Ainda, os medicamentos manipulados podem auxiliar a tratar sintomas como a depressão e a falta de sono. Por isso, conte com a Farmácia de Manipulação da Pague Menos e tenha acesso a fórmulas fitoterápicas e feitas de acordo com a sua necessidade.

Quer saber mais sobre os suplementos alimentares? Então, acesse agora mesmo o artigo “O que são e quais os benefícios dos suplementos alimentares?