Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

Assaduras no bebê: conheça os tipos e saiba como tratar

Entenda as causas de assadura no bebê e saiba como evitá-las e tratá-las para que a saúde da criança fique sempre equilibrada!

Tempo estimado: 4 min

Facebook
Twitter
WhatsApp
Assaduras no bebê: conheça os tipos e saiba como tratar

Dentre os cuidados com os pequenos, a assadura no bebê é um  que deve ser recorrente. Afinal, é difícil escapar delas e, mesmo que bem pequenas e superficiais, acontecem nas crianças em algum momento da primeira infância.

Por isso, saber como tratá-las é essencial para manter a saúde do nenê sempre em dia. As assaduras na pele do bebê são irritações da derme, primeira camada da pele.

Elas aparecem por alguns motivos: umidade, calor e acidez. Um trio de fatores que surgem em fraldas molhadas, clima e falta de limpeza adequada na região íntima do bebê.

Desse modo, há diversas soluções para assaduras. Portanto, confira neste post quais são os principais tipos de assadura e como impedi-las para que sua criança não sofra com elas!

Quais são os tipos de assadura no bebê?

Há mais de um tipo de assadura que os bebês podem ter, e quanto mais grave, mais difícil e demorado é o tratamento. Por isso, é necessário ficar de olho no bebê, para que as assaduras sejam tratadas o quanto antes.

Leves

As assaduras leves são superficiais, deixando a região avermelhada, com coceira e irritação. Podem acontecer descamações da pele também, como quando se toma muito sol.

Moderadas

Quando a assadura leve se agrava ela passa a deixar vermelhões mais marcantes na pele. Também, algumas feridas surgem no local, como bolhas com “água” e esbranquiçadas, da mesma forma que a pele estufada quando há uma queimadura.

Graves

As graves são muito danosas à saúde do bebê. São, em resumo, grandes feridas que pioram a cada dia e expelem líquido, podendo até sangrar e se transformarem em úlcera.

Como evitar e tratar a assadura em bebê?

Para todos os graus de assaduras, há soluções práticas que envolvem pequenos cuidados diários. Todos restabelecem a saúde da pele afetada e, principalmente, o bem-estar e a saúde da criança.

Não deixar a fralda molhada

Um dos primeiros motivos que leva o bebê a ter assaduras é deixá-lo com a fralda molhada de xixi por muito tempo. Esse contato da urina com a pele junto com a fricção da fralda contra a região, causa vermelhidão e assaduras rapidamente.

Também, a acidez contida na urina faz com que a assadura apareça. Logo, para evitar assadura no bebê, troque a fralda assim que ela ficar molhada.

Não usar lencinhos umedecidos para limpar a região

A umidade está relacionada ao aparecimento de assadura no bebê, e por mais comum que seja usar lenços umedecidos e com cheirinho para limpar a criança, eles pioram a situação.

Os lenços umedecidos são indicados para limpar as áreas de atuação, pois retiram a sujeira e o odor das partes. Contudo, eles não podem ser usados nas assaduras, pois sua textura e umidade deixam a pele ainda mais irritada.

Usar fraldas um pouco folgadas

O atrito da pele com a fralda intensifica a probabilidade de assadura em bebê. Portanto, sempre deixe as fraldas mais folgadas na criança, seja usando um modelo um pouco maior ou, no caso de modelos ajustáveis, regulando a peça para deixá-la mais larga.

Lavar a região com chá de camomila

A camomila atua como um relaxante para a pele, além de ser usada para fazer chás. Para amenizar uma assadura, você deve esquentar água com dois ou três sachês de chá de camomila, e aguardar de três a cinco minutos.

Depois, coloque na água da banheira, sempre verifique a temperatura. E com muito cuidado, lave as áreas assadas do bebê usando algodão. Depois de lavadas as áreas, use uma toalha macia para secar, apenas tocando nas feridas e nunca esfregando.

Expor o bebê à luz solar

A luz solar ajuda a eliminar a assadura no seu bebê, pois, além de secar as regiões, ela evita que possíveis fungos se proliferem na região. De 15 a 30 minutos de exposição ao sol, sempre nos períodos em que o clima está ameno, são suficientes.

Lembre-se de deixar o bebê sem fraldas durante a exposição e de protegê-lo com protetor solar nas áreas mais expostas, além de colocar um chapéu nele.

Usar cremes protetores e anti-assaduras

Os cremes e pomadas para combater as assaduras podem ser usados desde as leves às graves. Buscar locais que ofereçam uma grande variedade é ideal, já que o médico do bebê poderá indicar várias opções.

Na rede Pague Menos você encontra diversos produtos para acabar com a assadura no bebê e devolver mais saúde a ele e tranquilidade a você.

Veja as melhores pomadas e cremes que você encontra na Pague Menos:

pomada para tratamento de assaduras Dermodex;creme preventivo de assaduras Desitin;creme preventivo de assaduras Hipoglos;creme de assaduras Huggies.

Combater assadura no bebê exige bastante atenção, carinho e bons produtos para que ele se recupere rápido. Com isso, o dia a dia da criança será tranquilo e o seu também. Conheça a rede de farmácias Pague Menos e encontre cremes e pomadas para tratar  assadura em bebê!