Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

Estrias na gravidez: 8 dicas para evitar e tratar as marcas

Confira 8 dicas para combater e evitar as estrias na gravidez, e conquiste mais beleza e bem-estar durante a gestação!

Tempo estimado: 6 min

Facebook
Twitter
WhatsApp
Estrias na gravidez: 8 dicas para evitar e tratar as marcas

As estrias na gravidez são algumas das mudanças trazidas no corpo durante a gestação. Apesar de essa alteração também surgir por outros motivos, durante o período de 9 meses elas aparecem com mais intensidade. E sem o tratamento adequado, elas podem ser definitivas em sua pele.

As estrias são um estiramento das fibras da epiderme, que é a primeira camada da pele. Elas são causadas pelo grande estiramento durante a gravidez, mas também podem acontecer com o ganho de peso.

Esse problema que aparece depois da 25ª semana de gestação não causa dano à saúde. Porém, deixa marcas estéticas que podem atrapalhar a autoestima. Por isso, neste post você terá acesso a 8 dicas para evitar e tratar as estrias na gravidez!

As estrias na gravidez aparecem em quais partes do corpo?

As estrias surgem com mais frequência nas áreas das mamas e barriga, perto do umbigo e nas laterais próximas das coxas. Esses locais formam basicamente os lados da barriga, esticando mais do que outras áreas.

Vale reforçar que as estrias podem ser tratadas antes que virem definitivas, irreversíveis e amenizadas apenas com tratamentos mais invasivos.

A estria é classificada em três tipos:

vermelha: tem essa cor logo que ela aparece, sendo mais fácil removê-la;
roxa: é do período em que ela passa de vermelha para branca, ou seja, é a segunda fase. Pode ser removida com esfoliações no local;
branca: é definitiva e já “cicatrizou” na pele. Apenas peeling, laser e outros procedimentos invasivos podem disfarçar esse tipo de estria.

Veja 8 dicas para combater as estrias na gravidez e conquiste mais beleza e bem-estar

Há diversos modos de tratar as estrias na gravidez, fazendo com que elas não interfiram na sua estética corporal. Cada tratamento é voltado para um tipo de estria, cabendo a um dermatologista avaliar o tipo e recomendar o método ideal.

1. Massagear

As massagens auxiliam a circulação de sangue na barriga durante a gravidez, servindo até como um apoio para o crescimento saudável do bebê.

Para evitar as estrias na gravidez, você deve fazer massagens em movimentos circulares, sempre na direção de baixo para cima. Não coloque tanta força e faça isso por pelo menos 5 minutos, para que a circulação sanguínea seja estimulada.

Mais uma vantagem desse tipo de método para combater as estrias na gravidez, é que ela confere mais elasticidade à pele. Praticar a massagem todos os dias é um meio adequado de conter o problema logo no início, evitando que ele evolua.

2. Usar cremes

Ter uma rotina de cuidados, exige cremes específicos para conferir mais maciez à pele e evitar as estrias nas regiões em que elas mais aparecem durante a gravidez. Na Pague Menos, por exemplo, você encontra diversos produtos dermatológicos para esse fim. Basta ter a indicação ou prescrição de creme, de seu dermatologista.

Esses cremes vão hidratar sua pele, fornecer vitaminas e minerais que vão dar mais elasticidade e protegem a pele do ressecamento, que pode acontecer. Os cremes podem ser aplicados na fase em que há mais chances de as estrias aparecerem.

3. Fazer o microagulhamento

Esse procedimento é mais voltado para as estrias na gravidez que são do tipo vermelhas e brancas. Por ser uma técnica invasiva ela exige um pedido de seu médico, porque apesar de ser simples, requer um profissional especializado para realizá-la.

O microagulhamento funciona da seguinte forma: um rolinho cheio de micro agulhas, parecidas com as agulhas de acupuntura, porém, menores e mais finas, é rolado sobre as regiões com as estrias.

Com as agulhas furando o corpo nas regiões da pele afetadas, a produção de colágeno e a circulação de sangue ficam estimuladas. Aumentando a regeneração das fibras estiradas e fazendo com que a pele cicatrize sem deixar estrias aparentes.

4. Consumir colágeno

O colágeno é uma substância que ajuda na formação de tecidos dos ossos e da pele. Por esse motivo, caso não tenha nenhuma contraindicação, você pode consumir colágeno pronto em cápsulas ou pó. Essa opção pode ser encontrada nas farmácias da Rede Pague Menos.

Além disso, você pode contar com alimentos ricos nesse elemento para evitar as estrias na gravidez. Veja alguns exemplos:

carne vermelha;
gelatina;
carne branca, como peixe e aves.

5. Ingerir alimentos ricos em vitamina C e E

As frutas cítricas, como a laranja e a mexerica, são ricas em vitamina C, que ajuda na saúde da sua pele. Esse nutriente é encontrado em outros alimentos como o abacaxi, limão, lima da pérsia, ouve, manga e brócolis.

Já a vitamina E, que também ajuda a manter a pele firme e saudável, está concentrada em alimentos de origem vegetal e animal. Abacate, peixes, azeite, castanha-do-pará, amendoim, mamão e uva são alguns exemplos.

Portanto, fazer uma dieta durante a gestação que seja rica em ambas vitaminas é a chave para evitar as estrias na gravidez.

6. Controlar o peso

O excesso de peso acima do que o corpo suporta, mesmo durante uma gravidez, é um dos principais causadores das estrias. Logo, é necessário investir em uma alimentação balanceada para controlar o peso.

A dieta durante a gestação deve ser focada em entregar os nutrientes essenciais para a mãe e criança ficarem saudáveis, como bem para manter o peso da mulher controlado.

Incluir legumes, verduras e frutas, e excluir frituras, carboidratos, alimentos gordurosos e doces é parte de um cardápio bem adequado para gestantes. Essa alimentação beneficia tanto a saúde quanto a estética do corpo.

7. Usar roupas íntimas específicas para gestantes

Durante a gestação, a troca de roupas íntimas convencionais por outras que sejam adequadas à condição, é ideal para evitar estrias.

Tanto a calcinha como os sutiãs para grávidas garantem mais sustentação aos seios e barriga, evitando que a pele se estique muito e forme as estrias na gravidez.

8. Realizar procedimentos estéticos

Para além das dicas para evitar estrias na gravidez, os tratamentos estéticos servem para quando esse problema já está na fase que não sai mais. Porém, pode ser amenizado.

Alguns dos métodos que podem disfarçar estrias brancas são:

radiofrequência: uma corrente de alta frequência é emitida na pele, para estimular a circulação sanguínea e aumentando os níveis de colágeno e elastina;
luz intensa pulsada: uma luz é pulsada aumentando a produção de fibroblastos, elementos que dão a elasticidade e maciez à pele;
laser: um laser é passado na pele para estimular a produção do colágeno e renová-la.

Assim, a Pague Menos é uma grande parceira para ajudar no combate às estrias. Temos opções especiais para combater esse problema na pele que incluem cremes, óleos e loções hidratantes. Todas desenvolvidas para hidratar e devolver a saúde da sua pele, afetada durante a gestação.

Gostou das dicas? Então, aproveite para conhecer as soluções da Pague Menos para o tratamento de estrias!