Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

Dermatite seborreica: o que é, causas e tratamento

Dermatite seborreica é uma inflamação da pele que causa coceira e descamação. Confira, neste artigo, as principais causas e os tratamentos mais indicados.

Tempo estimado: 4 min

Facebook
Twitter
WhatsApp
Dermatite seborreica: o que é, causas e tratamento

Tem sentido coceira e percebido uma descamação no seu couro cabeludo? Talvez você esteja com dermatite seborreica.

A dermatite seborreica é uma inflamação crônica da pele que pode atingir também a região das sobrancelhas, cantos do nariz, ao redor das orelhas, entre outras partes do corpo.

Apesar do seu aspecto desagradável que pode comprometer a autoestima, essa condição não é contagiosa, nem tampouco pode levar a problemas de saúde mais graves.

Mesmo que ainda não haja uma cura para ela, a boa notícia é que ela pode ser controlada com o tratamento certo, geralmente à base de shampoos.

Confira, neste artigo, tudo sobre esse problema e o que você pode fazer para ter um couro cabeludo mais saudável.

O que é dermatite seborreica?

Popularmente conhecida como caspa ou seborreia, é uma inflamação na pele que provoca vermelhidão e descamação na região atingida.

Mais presente no couro cabeludo, essa condição também pode afetar outras partes do corpo. Por exemplo, no rosto como ao redor do nariz e das orelhas, sobrancelhas e região da barba nos homens, tórax, costas e dobras, embaixo dos seios, axilas e virilhas.

A dermatite seborreica pode afetar homens e mulheres, em diferentes faixas etárias, mas tem maior incidência no sexo masculino.

Em recém-nascidos ela é chamada de crosta láctea. Temporária e inofensiva, esse tipo de dermatite tende a se manifestar até os três meses de idade.

Nessa fase, essa condição aparece como placas amareladas ou marrons que aderem ao couro cabeludo do bebê. Porém, podem surgir também no rosto e na região de contato com as fraldas.

Outros tipos de dermatite

A seborréia é um dos tipos de dermatite existentes. Outras que podem afetar a pele são:

atópica: também crônica, causa pele seca que gera erupções, coceiras e aparecimento de crostas. Costuma atingir mais parte de trás dos joelhos e dobras dos braços;
de contato: reação alérgica que surge quando há contato com algum fator desencadeante, como bijuterias, alguns tipos de tecido, produtos químicos, entre outros.
esfoliativa: provoca renovação da pele de maneira mais rápida do que a considerada normal. Causa vermelhidão, manchas e descamações na pele;
herpetiforme: doença autoimune na qual bolhas se formam na pele, causando coceira;
ocre: com maior surgimento nas pernas, esse tipo de dermatite tem relação com a má circulação sanguínea e tende a gerar manchas escuras na pele;
perioral: tipo de dermatite que atinge a região do rosto, especialmente ao redor da boca e do nariz.

Quais os sintomas dela?

Os principais sintomas dessa dermatite costumam ser:

coceira e ardor na região, que pode ser mais ou menos intensa;
descamação da pele afetada (caspa);
vermelhidão;
excesso de oleosidade no couro cabeludo ou na pele.

O que leva ao surgimento da dermatite seborreica?

É bem importante deixar claro que não é uma condição desencadeada por falta de higiene.

Cientificamente falando, a sua causa ainda é desconhecida, porém, ela pode ter relação com condições hereditárias.

Além disso, pele oleosa, estresse, clima seco e até alterações hormonais podem agravar essa condição em pessoas pré-dispostas.

Vale destacar também que o frio é um importante fator desencadeante da dermatite seborreica.

O principal motivo é que o fungo Pityrosporum ovale, que vive naturalmente em nossas peles, se desenvolve mais nessas condições. Isso ocorre por conta do abafamento provocado pelo uso de roupas mais fechadas.

Com isso, sua manifestação contribui para surgimento e agravamento desse tipo de dermatite.

Há algumas condições médicas que também podem contribuir para esse problema de pele, por exemplo, pessoas com AIDS, depressão, transtornos alimentares, epilepsia, entre outros.

Qual o tratamento indicado para esse problema?

Como dissemos no início desse artigo, infelizmente, ainda não há cura para a dermatite seborreica. No entanto, é possível controlar essa condição com o uso de produtos certos e específicos para isso.

Quando ela surge no couro cabeludo, o tratamento costuma ser feito à base de shampoos anticaspa, especialmente os que contêm substâncias como cetoconazol e ácido salicílico.

Em outras partes do corpo, a indicação geralmente é o uso de pomadas e cremes antifúngicos, além de produtos que contenham enxofre e corticosteróides.

Porém, para saber qual o método mais indicado para sua condição, é bem importante buscar a opinião de um dermatologista. Em muitos casos são receitadas medicações manipuladas, para fazer um tratamento com maior conforto e eficiência.

Nesse caso, você pode contar com a Farmácia de Manipulação da Pague Menos para ajudar você a tratar sua dermatite seborreica com mais conforto e segurança.

Gostou? Quer saber mais? Assista ao vídeo do nosso programa que tratamos sobre esse assunto para ficar por dentro de tudo e aprender a controlar a caspa!